Buscar
  • Cláudio Lins

Quando o bebê descobre que tem mãos? Você sabe?

Ao longo do primeiro ano de vida, cada bebê experimento uma série de descobertas e obstáculos nesta fase de desenvolvimento. Bem logo no comecinho desta fase está uma das conquistas mais fofas, divertidas e é claro mais importantes do desenvolvimento do bebê: a descoberta das mãos.


Os membros superiores começam a ser formados na 13ª semana de gestação, onde pouco a pouco, o bebê passa a ficar com suas mãozinhas abertas e, assim, começa a explorar o ambiente ainda de maneira bem rudimentar. Não é raro conseguir visualizar em um exame de ultrassonografia o bebê sugando o dedo ou segurando o cordão umbilical. Entretanto, isso não significa que tenha descoberto as mãos.


Depois do nascimento, alguns dos movimentos que a criança realizava no útero ainda seguem sendo repetidos. O que muitas vezes desperta a busca pelo dedo é o que se chama de reflexo dos pontos cardeais. Estas reações reflexas seguem no primeiro mês de vida e vão se extinguindo lentamente.


Entretanto a percepção que os pequeninos têm de suas mãos, que ela é uma parte do seu corpo e que elas podem ser controladas acontece bem depois, lá pelos 3 meses de vida. Os primeiros movimentos que eram pré-funcionais irão dar lugar a atos motores mais maduros à medida que o cérebro amadurece, dando sinal de atos motores maduros.


Aos 3 meses, a gente já vê os bebês puxando a roupa da mãe enquanto são amamentados. Pouco depois, já conseguem fechar as mãos, no movimento de bater palmas.


Aos 4 meses, eles conseguem segurar objetos por um breve período, a passar objetos de uma mão para a outra e a levar objetos à boca, onde todo cuidado e atenção devem ser tomados.


Fonte: https://paisefilhos.uol.com.br



28 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo